CULTIVE SEU AMOR PELA VIDA. VALORIZE AS PLANTAS NATIVAS DE SANTA CATARINA


Lançado na Região de São Joaquim mediante Projeto específico, o Programa ACORDE - Ação Conjunta de Revitalização e DEsenvolvimento segue em frente com o Projeto ACORDE Plantas Nativas, que vai unir os catarinenses em torno de um grande movimento para a conservação da biodiversidade, por meio das plantas nativas da nossa terra.

O DESENVOLVIMENTO VAI TRABALHAR JUNTO COM O RESPEITO À NATUREZA

Santa Catarina caminha firme em direção a um desenvolvimento socioeconômico ambientalmente sustentável, com benefícios permanentes para as atuais e futuras gerações. E você está convidado a participar, cultivando seu amor pela vida e valorizando, de todas as maneiras, as plantas nativas catarinenses.

AÇÃO CONJUNTA PELA BIODIVERSIDADE

Desenvolvido pelo Governo do Estado, sob a coordenação da Secretaria do Planejamento e com a participação da Secretaria de Desenvolvimento Regional e das Secretarias da Educação, da Agricultura e do Desenvolvimento Econômico Sustentável, da Epagri, da FAPESC e da FATMA, o ACORDE Plantas Nativas tem por objetivo principal propor uma nova estratégia de conservação da biodiversidade catarinense.

POR QUE CONSERVAR E VALORIZAR PLANTAS NATIVAS?

Com o processo de ocupação do território pelo homem, nas cidades e no campo, restaram apenas alguns fragmentos bem conservados do nosso patrimônio florestal, habitat de uma grande quantidade de espécies.

O Projeto ACORDE Plantas Nativas propõe que, nas cidades, esses fragmentos sejam conservados e unidos pelo plantio de árvores nativas nas ruas, praças e outros logradouros públicos. Propõe também a gradativa substituição das árvores exóticas por nativas na paisagem urbana. E vai estimular os cidadãos a adotarem plantas ornamentais nativas em seus jardins e quintais.

Já no meio rural, o Projeto vai promover mutirões de plantio de árvores nativas para, com o tempo, recompor as matas ciliares dos rios catarinenses, atualmente comprometidas pelo contínuo crescimento da atividade agropecuária. Ao multiplicar a presença de árvores catarinenses no cenário urbano e rural de Santa Catarina, o Projeto ACORDE Plantas Nativas estará contribuindo, de forma simples e sem a necessidade de grandes investimentos, para a conservação da biodiversidade em nosso Estado.

UM PROJETO QUE VAI CRIAR RAÍZES FIRMES E CRESCER FORTE EM TERRAS CATARINENSES

Agindo simultaneamente em diversas áreas, com o apoio de órgãos da administração pública, universidades, organizações da iniciativa privada, do terceiro setor e com a participação de todos os catarinenses, o Governo do Estado assume a responsabilidade direta por:

1. ADEQUAR A LEGISLAÇÃO AMBIENTAL

As leis ambientais referentes à conservação da biodiversidade serão revisadas e consolidadas a partir de um Decreto Estadual que vai estimular, de forma específica, clara e direta, o plantio de espécies nativas em todo o território catarinense. O Projeto também prevê que, com o apoio das 36 Secretarias Regionais de Desenvolvimento, as legislações municipais passem por adequações semelhantes.

2. ATUAR DIRETAMENTE

O Governo do Estado vai realizar obras e ações de curto, médio e longo prazos em todo o Estado, visando estimular o estudo, coleta, produção, plantio, conservação e valorização de plantas nativas no meio ambiente rural e urbano catarinense. E vai também promover o reconhecimento do trabalho realizadopelos cientistas que mais se dedicaram ao estudo e à pesquisa da biodiversidade em Santa Catarina.

3. FISCALIZAR O CUMPRIMENTO DAS LEIS

Além de colocar em prática um trabalho educativo amplo e abrangente, o Governo vai criar mecanismos de fi scalização para assegurar que as leis ambientais referentes às plantas nativas sejam efetivamente respeitadas. A estratégia consiste em conservar as diversas formas de vida que ocorrem nos ecossistemas do Estado, nas cidades e no meio rural, por meio da implantação de uma política pública capaz de promover o resgate, o cultivo, o plantio e a valorização das plantas nativas de Santa Catarina.

Ao mesmo tempo em que integra as forças do Estado em uma ação conjunta, o Projeto vai dar nova dinâmica aos esforços conservacionistas já existentes, despertando consciências e unindo corações em torno da necessidade de proteger o nosso meio ambiente. Você está convidado a participar deste avançado Projeto que destaca o respeito à vida no plano estratégico de desenvolvimento do Estado e coloca Santa Catarina na vanguarda mundial das políticas ambientais.

BIODIVERSIDADE. UM PATRIMÔNIO QUE SANTA CATARINA VAI PRESERVAR PARA A HUMANIDADE

Cada variedade animal e vegetal desempenha uma função específica no grande painel da vida em nosso planeta. Portanto, o desaparecimento ou a redução drástica na população de qualquer um desses seres afeta diretamente o meio ambiente como um todo e vai resultar, no final das contas, em perda de qualidade de vida para as populações humanas. Santa Catarina, abençoada pela natureza, possui riquíssima biodiversidade e cabe a cada um de nós zelar por este patrimônio do Estado, do País, do mundo.

ALGUMAS AÇÕES PREVISTAS

  • Resgate, estudo, cultivo e reintrodução das plantas nativas catarinenses em todos os municípios do Estado.
  • Intenso trabalho de educação ambiental para divulgar e valorizar as plantas nativas que ocorrem nos ecossistemas das diferentes regiões.
  • Utilização de plantas nativas na arborização de ruas, no ajardinamento das vias de acesso às cidades, nas praças, nos parques e jardins públicos, nos terrenos que abrigam instituições e prédios públicos.
  • Exclusividade para as plantas nativas nos projetos de paisagismo das obras públicas de Santa Catarina.
  • Estímulo ao plantio de nativas nos jardins de condomínios verticais ou horizontais particulares.
  • Substituição gradativa de espécies exóticas invasoras por plantas nativas nas unidades de conservação e nas áreas naturais de domínio público em todos os territórios municipais.
  • Hortos municipais, regionais ou estaduais dedicados a cultivar exclusivamente plantas nativas.
  • Coleta, estudo, produção em escala, demonstração e valorização das plantas nativas em cada uma das 36 regiões administrativas.
  • Incentivo às prefeituras para incluir na legislação ambiental as RPPNM (Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal).
  • Instituição do Prêmio Valorização da Biodiversidade Catarinense, a ser conferido anualmente aos professores, pesquisadores, estudantes e jornalistas que mais se destacarem no estudo, pesquisa e divulgação das plantas nativas de Santa Catarina.
  • Recomposição de matas ciliares em território catarinense exclusivamente com plantas nativas de Santa Catarina.
  • Publicação, em meios analógicos e digitais, de conteúdos relacionados com as plantas nativas de Santa Catarina, adaptados a todas as faixas etárias.
  • Eventos especiais para o plantio de árvores nativas em todas as escolas do Estado, com premiações para aquelas que melhor zelarem pelo bom desenvolvimento das mudas.
  • Instalação de jardins demonstrativos em cada Região Administrativa para a comunidade conhecer e valorizar as espécies de plantas nativas com potencial ornamental.
  • Criação e implantação de jardins botânicos em diferentes regiões com plantas nativas dos ecossistemas catarinenses.
  • Valorização do trabalho realizado pelos principais estudiosos das plantas nativas de Santa Catarina.

Todos os Direitos Reservados a Altair Guidi

Desenvolvimento Burn web.studio